09/07/2019

Entenda as diferenças entre peças remanufaturadas e peças recondicionadas

Muito se questiona no mercado sobre a utilização e confiabilidade de peças recondicionadas e remanufaturadas. Um ponto chave dessa discussão, também, é o preço. Ambas são utilizadas por consumidores que buscam economia, pois são peças mais baratas que as novas. Mas a qualidade do produto pode influenciar no rendimento do seu carro/caminhão/equipamento. Entenda por quê.
 

Peças Recondicionadas


São conhecidas, também, como peças reformadas e custam, em média, 30% do valor de uma nova e tem curta durabilidade.


Processo de recondicionamento:

 
  • desmontagem da peça por empresas que, muitas vezes, não possuem laboratório ou profissionais qualificados;
  • pequenos reparos nos componentes com defeito, sem análise dos demais itens;
  • lavagem e pintura;
  • não possui garantia;

Peças Remanufaturadas


As peças remanufaturadas custam, em média, entre 50 e 70% de uma peça nova e são reindustrializadas pelo fabricante. A Cummins, por exemplo, possui a linha de Peças e Motores ReCon, que passa por rigorosos testes de qualidade na linha de produção, onde são empregadas ferramentas de precisão e controles estatísticos de processo de remanufatura.


Processo de remanufatura:

 
  • análise inicial pelo distribuidor local ou por empresas credenciadas pela Fábrica;
  • envio do item para o fabricante;
  • identificação do estado de conservação dos componentes;
  • descarte de itens com defeito ou fora dos padrões de qualidade necessários;
  • substituição por componentes remanufaturados ou novos;
  • lavagem e pintura total das peças;
  • venda da peça remanufaturada em distribuidores ou lojas credenciadas;
  • garantia de fábrica da peça de 12 meses;
 
A compra de peças recondicionadas pode ser atrativa em primeiro momento, mas pode trazer enormes prejuízos a longo prazo, com a quebra de itens periféricos e/ou principais. Segundo Rilder Rabelo, o engenheiro mecânico e gerente de serviços da DCCO, distribuidor Cummins em GO, DF e TO “o uso de peças remanufaturas é ideal para quem busca economia, confiabilidade e tempo de espera reduzido. Além das peças possuírem todas as especificações técnicas e de controle do fabricante, elas estão disponíveis para o uso do consumidor com 12 meses de garantia”, afirma.
 

Últimas notícias

14

10

Bobcat nomeia DCCO como novo distribuidor da

Leia Mais
01

10

DCCO ministra palestra no CREA em Goiânia

Leia Mais
24

09

Soluções DCCO para a agricultura

Leia Mais
X
RECUPERAÇÃO DE SENHA
E-mail:
Preencha o campo acima com seu e-mail de cadastro para receber uma nova senha.
Ok