09/07/2019

Entenda as diferenças entre peças remanufaturadas e peças recondicionadas

Muito se questiona no mercado sobre a utilização e confiabilidade de peças recondicionadas e remanufaturadas. Um ponto chave dessa discussão, também, é o preço. Ambas são utilizadas por consumidores que buscam economia, pois são peças mais baratas que as novas. Mas a qualidade do produto pode influenciar no rendimento do seu carro/caminhão/equipamento. Entenda por quê.
 

Peças Recondicionadas


São conhecidas, também, como peças reformadas e custam, em média, 30% do valor de uma nova e tem curta durabilidade.


Processo de recondicionamento:

 
  • desmontagem da peça por empresas que, muitas vezes, não possuem laboratório ou profissionais qualificados;
  • pequenos reparos nos componentes com defeito, sem análise dos demais itens;
  • lavagem e pintura;
  • não possui garantia;

Peças Remanufaturadas


As peças remanufaturadas custam, em média, entre 50 e 70% de uma peça nova e são reindustrializadas pelo fabricante. A Cummins, por exemplo, possui a linha de Peças e Motores ReCon, que passa por rigorosos testes de qualidade na linha de produção, onde são empregadas ferramentas de precisão e controles estatísticos de processo de remanufatura.


Processo de remanufatura:

 
  • análise inicial pelo distribuidor local ou por empresas credenciadas pela Fábrica;
  • envio do item para o fabricante;
  • identificação do estado de conservação dos componentes;
  • descarte de itens com defeito ou fora dos padrões de qualidade necessários;
  • substituição por componentes remanufaturados ou novos;
  • lavagem e pintura total das peças;
  • venda da peça remanufaturada em distribuidores ou lojas credenciadas;
  • garantia de fábrica da peça de 12 meses;
 
A compra de peças recondicionadas pode ser atrativa em primeiro momento, mas pode trazer enormes prejuízos a longo prazo, com a quebra de itens periféricos e/ou principais. Segundo Rilder Rabelo, o engenheiro mecânico e gerente de serviços da DCCO, distribuidor Cummins em GO, DF e TO “o uso de peças remanufaturas é ideal para quem busca economia, confiabilidade e tempo de espera reduzido. Além das peças possuírem todas as especificações técnicas e de controle do fabricante, elas estão disponíveis para o uso do consumidor com 12 meses de garantia”, afirma.
 

Últimas notícias

20

08

DCCO Rental patrocina Bon Odori pelo quinto a

Leia Mais
06

08

Komatsu adquire a Immersive Technologies

Leia Mais
16

07

Dynapac apresenta novo rolo compactador na Pa

Leia Mais
X
RECUPERAÇÃO DE SENHA
E-mail:
Preencha o campo acima com seu e-mail de cadastro para receber uma nova senha.
Ok