04/09/2018

Empresa baiana cria processo que dobra a eficiência da energia solar

Empresa baiana cria processo que dobra a eficiência da energia solar
Projeto idealizado pela empresa reduz em cerca de 80% a conta de luz e tem como público-alvo pequenas e médias empresas
 

Com capacidade de 5 MW, o condomínio será construído por intermédio do consórcio formado pelos adquirentes – pequenas e médias empresas sediadas em qualquer cidade da Bahia. A energia produzida será disponibilizada para a rede de distribuição Coelba, gerando créditos que serão descontados na conta de energia dos participantes. 

Dessa forma, as empresas detentoras dos lotes têm acesso à geração de energia remota, ou seja, a energia produzida na usina, que será construída em Bom Jesus da Lapa (região oeste baiano), pode ser usada de maneira prática, simplesmente ligando o interruptor, graças ao sistema de compensação da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). Com a geração de energia remota, não há necessidade do sistema de energia solar estar localizada perto dos consumidores, logo, eles podem estar em qualquer região da Bahia. 

A iniciativa da empresa Cosol alia o conhecimento cientifico gerado na academia às necessidades e realidade locais, gerando energia de maneira limpa e com excelente custo beneficio. 

Mais eficiência

Além de se apresentar como modelo mais econômico de geração de energia solar, o novo mecanismo desenvolvido pela Cosol dobra a eficiência da energia solar por alguns motivos. O primeiro é a localização do empreendimento em Bom Jesus da Lapa, município com alto índice de insolação.

“A potência do sol é variável a depender da localização geográfica”, explica o economista húngaro Csaba Sulyok, idealizador do projeto. Ele destaca a vantagem da região se comparada a outras zonas do Estado. “No litoral, por exemplo, a nebulosidade bloqueia uma parte da radiação. Os melhores níveis de insolação encontram-se no semiárido nordestino. A diferença chega até 20% e isto determinará o retorno do investimento dos adquirentes”, garante.

Outro fator que aumenta a eficiência da energia solar no mecanismo é o rastreamento solar chamado tracker, que torna as placas móveis e capazes de acompanhar a movimentação do sol. Isso permite que os painéis captem toda a radiação do dia, sem desperdícios, diferentemente dos sistemas instalados nos telhados de casas e prédios, estruturas fixas e susceptíveis ao sombreamento de construções mais altas. Na localidade escolhida para a instalação do condomínio solar da Cosol não existe esse risco, por estar em uma vasta zona deserta. 

O terceiro fator dessa eficiência excepcional resulta da economia da escala da planta. Uma usina grande de 5 MW tem um custo por unidade de potencial instalada 30% menor se comparado às instalações pequenas individuais. 


Últimas notícias

14

05

Komatsu vende 49 máquinas na 26º edição da Ag

Leia Mais
07

05

Energia dos grupos geradores Cummins são fund

Leia Mais
07

05

Equipamentos Komatsu se destacam no agronegóc

Leia Mais
X
RECUPERAÇÃO DE SENHA
E-mail:
Preencha o campo acima com seu e-mail de cadastro para receber uma nova senha.
Ok