Metrô de Brasília inaugura projeto de energia solar

Metrô de Brasília inaugura projeto de energia solar
A Estação Solar Samambaia Sul integra um projeto de minigeração de energia limpa e renovável da Companhia do Metropolitano do Distrito Federal.

Foram instalados na Estação Samambaia, 561 painéis solares fotovoltaicos, com capacidade de gerar 308 mil quilowatts/hora por ano, o equivalente a 100% do consumo da estação. O projeto de energia solar, trará uma economia de cerca de R$ 120 mil por ano em gastos com energia.

“A estimativa é que tenhamos o payback em torno de seis anos. Mas, além da economia e retorno do investimento, é uma ação de sustentabilidade e futurista. Temos que pensar no futuro de nossos filhos e netos. Afinal, a energia solar é limpa e não traz danos à natureza”, afirma Marcelo Dourado, diretor-presidente da Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF).
Segundo o presidente, haverá excedente de energia gerado pelas placas solares, que será aproveitado nas próximas estações, que são Furnas e Terminal Samambaia.

Presença de entidades governamentais na inauguração.

O governador de Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, também participou da solenidade de lançamento e destacou que “É necessário mais projetos sustentáveis no nosso país. Temos que usufruir do Sol, que é abundante no Brasil, e o Metrô dá um passo adiante e se destaca em cenário nacional.”

O Metrô-DF está entre os cinco metrôs do mundo a instalar projetos de energia solar em suas estações. “A Estação Guarioroba, em Ceilândia, foi o primeiro terminal. Hoje estamos inaugurando o segundo. Mas ainda temos projetos para avançar nesse sentido e tornar o Metrô-DF a maior usina solar do mundo”, destaca o presidente, Marcelo Dourado.

Cerca de 170 mil passageiros são transportados diariamente pelo Metro-DF, sendo que na Estação Samambaia Sul embarcam 2,4 mil passageiros por dia.

A empresa executora do projeto solar foi a DCCO. A DCCO venceu a licitação pública no valor de R$883.985,99, com os recursos pagos fruto de emenda parlamentar do deputado federal Izonel Lira.

“Tivemos um ótimo trabalho e empenho da DCCO. Eles trabalharam sol a sol para nos entregar essa obra ainda esse ano e beneficiar os brasilienses o mais rápido possível”, pontua o presidente da Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF).
 
Investimento gerando sustentabilidade.
O Metrô-DF está entre os cinco metrôs do mundo a instalar projetos de energia solar em suas estações. “Primeiro a Estação Guarioroba, em Ceilândia e depois a Samambaia. Mas ainda temos projetos para avançar nesse sentido e tornar o Metrô-DF a maior usina solar do mundo”, destaca o presidente, Marcelo Dourado.

Leia na íntegra: DCCO fornece energia solar fotovoltaica para Metrô de Brasília
 
Voltar
X
RECUPERAÇÃO DE SENHA
E-mail:
Preencha o campo acima com seu e-mail de cadastro para receber uma nova senha.
Ok